Bolsonaro anuncia estados que poderão sediar a Copa América

[ad_1]

Entusiasta e avalista da realização da Copa América no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro anunciou há pouco quatro estados que poderão receber jogos da competição: Distrito Federal, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Goiás. Ele disse que os respectivos governadores se prontificaram a sediar o torneio e ainda citou um quinto, “atrasado” que também teria topado a empreitada de última hora, mas não revelou o seu nome.

A Conmebol anunciou na manhã de segunda-feira que o Brasil receberia a Copa América 2021, depois que Colômbia e Argentina desistirem do evento por conta da pandemia da Covid-19. À noite, o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, disse que não tinha “nada certo” sobre a competição e que caberia à CBF decidir junto aos estados sobre as sedes dos jogos.

“Decidimos que, no que dependesse do governo federal, seguindo os mesmos protocolos [de outras competições como a Libertadores e as Eliminatórias da Copa do Mundo], nós estávamos em condições de realizar a Copa América aqui no Brasil. Faltava agora então, via não só a CBF bem como com a colaboração do ministro-chefe da Casa Civil, escolhermos as sedes, em comum acordo, obviamente, com os governadores”, declarou o presidente, durante cerimônia no Ministério da Saúde.

“E agora já tivemos quatro governadores, né? Aqui de Brasília, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Goiás. E mais um agora, que chegou um pouco atrasado, vamos assim dizer, também se prontificando para sediar a Copa América. Então, pelo que tudo indica, prezado [Marcelo] Queiroga, seguindo os mesmos protocolos, o Brasil sediará a Copa América. Parabéns ao Ministério da Saúde, aos ministros envolvidos, bem como à CBF”, complementou Bolsonaro.

Os governadores Ibaneis Rocha (DF), Cláudio Castro (RJ), Reinaldo Azambuja (MS) e Ronaldo Caiado (GO) são alinhados ao presidente.

[ad_2]

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *