Ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib morre aos 101 anos

Ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib morre aos 101 anos

Morreu na noite de terça-feira, 13, Alberto Dualib, ex-presidente do Corinthians entre 1993 e outubro de 2007. Ele tinha 101 anos e estava internado no Hospital Santa Catarina, em São Paulo, há cerca de um mês. A causa da morte não foi divulgada. O clube lamentou por meio das redes sociais.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“Com pesar, o Corinthians informa o falecimento do ex-presidente Alberto Dualib, aos 101 anos”. Dualib era viúvo de Elvira Real Dualib desde 2011. Ele deixa três filhos, além de netos e bisnetos.

Dualib presidiu o clube até 2007 quando renunciou ao cargo durante um processo de impeachment no Conselho Deliberativo. Ele teve seu nome excluído do quadro de sócios em 2018, após ser investigado e denunciado pelo Ministério Público Federal. O clube viveu um dos piores anos de sua história, que culminou com o rebaixamento para a Série B.

Contra o antigo dirigente, acusações de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, estelionato e emissão de notas frias. Em 2013, ele foi condenado em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Recorreu em liberdade até a extinção da pena por prescrição no Superior Tribunal de Justiça, em 2018.

Nascido em Glicério, no interior paulista, se mudou para São Paulo aos 10 anos de idade e tornou-se sócio do Corinthians nos anos 1940. Antes de ser presidente do clube, acumulou outras funções como vice-presidente de patrimônio e obras, presidente do Conselho Deliberativo, vice-presidente de futebol e vice-presidente social.

Em seus mandatos, empilhou títulos: cinco Campeonato Paulista (1995, 1997, 1999, 2001 e 2003), duas Copa do Brasil (1995 e 2002), três Brasileiros (1998, 1999 e 2005), além do Torneio Rio-São Paulo (2002) e do Mundial de Clubes (2000).




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code