Pivô da NBA põe fogo em mandado de prisão por ofender presidente turco

Pivô da NBA põe fogo em mandado de prisão por ofender presidente turco

O pivô turco Enes Kanter, do Portland Trail Blazers, time da NBA, liga americana de basquete, publicou em suas redes sociais um protesto direcionado a Recep Tayyip Erdogan, presidente de seu país. Em uma sequência de imagens, o jogador coloca fogo em um documento, um mandado de prisão emitido na Turquia por ofensas ao político, e ainda responde em tom debochado: “Parece que magoei um pouco os sentimentos de Erdogan”.

Kanter é acusado de terrorismo pelo governo turco. O jogador não vê a sua família desde 2015 porque pode ser preso caso retorne ao país.

O atleta passou a ser alvo das autoridades pelo fato de ter amizade com o clérigo muçulmano Fethullah Gulen, que vive exilado na Pensilvânia, acusado de ser um dos mentores da tentativa de golpe em julho de 2016, que vitimou cerca de 240 pessoas nos confrontos. O movimento criado por ele, chamado de Hizmet, é considerado pelo governo uma organização terrorista.

Erdogan chegou ao poder em 2003, após a formação de um partido islamista. Ficou 11 anos no cargo de primeiro-ministro da Turquia antes de se tornar o primeiro presidente eleito por voto direto, em agosto de 2014. Ele foi reeleito em 2018.

Kanter, por sua vez, se tornará oficialmente cidadão americano no próximo dia 15 de junho, quando completará dez anos de residência no país.

Continua após a publicidade




Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code