Altitude, velhos conhecidos e pressão: brasileiros abrem Libertadores 2021

Altitude, velhos conhecidos e pressão: brasileiros abrem Libertadores 2021

Seria impossível mencionar a Copa Libertadores da América sem puxar na memória a imagem de algum momento de tensão envolvendo clubes brasileiros. Seja por uma batalha campal após o apito final do juiz, pela altitude que leva atletas ao limite físico, pela famosa hostilidade de torcidas (a época em que havia público nos estádios) e, principalmente, pelas dificuldades enfrentadas dentro de campo, a Libertadores sempre é diferente.

Os clubes brasileiros iniciam nesta terça-feira, 20, a disputa da 62ª edição da competição cercado por dificuldades. De algozes antigos, a times embalados, Internacional, Santos, São Paulo, Flamengo, Palmeiras, Atlético-MG e Fluminense tentam começar a semana com o pé direito.

Uma boa companhia para acompanhar a Libertadores é o guia PLACAR , que já está disponível nas plataformas digitais. Uma tradição ao longo dos mais de 50 anos de história da revista, a publicação traz uma análise de cada uma das 32 equipes que sonham com a glória eterna, com seu histórico no torneio e a ficha técnica das equipes brasileiras e dos principais concorrentes estrangeiros. Confira, abaixo, os jogos de estreia:

Santos começa jogando na Vila –Ivan Storti/Santos FC

Santos x Barcelona de Guayaquil
terça-feira, às 19h15, na Vila Belmiro
Transmissão: Fox Sports

O Santos do técnico Ariel Holan, classificado após superar Deportivo Lara e San Lorenzo na fase preliminar, estreia contra o Barcelona de Guayaquil. O time equatoriano sofreu apenas uma derrota em nove partidas disputadas em 2021 e, curiosamente, conta na equipe com um dos carrascos que eliminou o próprio Santos na Vila, nas quartas de final de 2017: o meia argentino Damián Díaz, 34 anos, que naturalizou e estreou pela seleção equatoriana neste ano. O técnico argentino Fabián Bustos tenta melhorar o desempenho da última temporada, quando ficou na lanterna do grupo do Flamengo, com apenas uma vitória. Para o jogo, Holan contará com todos os jogadores, a exceção de Sandry, Raniel e Carlos Sánchez, em recuperação de graves lesões. O técnico optou por preservar jogadores nas últimas partidas do Campeonato Paulista.

Inter precisará superar a altitude –Ricardo Duarte/Internacional/.

Always Ready x Internacional
terça-feira, às 19h15, no estádio Hernando Siles
Transmissão: Conmebol TV

O Internacional de Miguel Ángel Ramirez precisará superar logo na estreia a altitude de 3.660 metros de La Paz para tentar superar o atual campeão boliviano Always Ready. A tática dos gaúchos foi permanecer em Santa Cruz de la Sierra e chegar ao palco do jogo apenas seis horas antes do confronto. O Always volta à Libertadores após 53 anos ausente embalado pela reestreia do técnico Omar Asad, o Turco Asad, um dos heróis do Vélez Sarsfield na conquista do torneio, em 1994. Asad foi o responsável pelo título dos bolivianos, no último ano. O time aposta também em Juan Calos Arce, atacante com passagem pelo Corinthians.

Continua após a publicidade

Flamengo testa forças contra o Vélez –Buda Mendes/Getty Images

Vélez Sarsfield x Flamengo
terça-feira, às 21h30, no estádio José Amalfitani
Transmissão: Fox Sports e SBT

Enfrentar o Vélez, logo na estreia, será a prova de fogo para o técnico Rogério Ceni, pressionado pela recente derrota no clássico para o Vasco, pelo Carioca. O time argentino lidera com folga o grupo B na Copa da Superliga da Argentina, com seis pontos de vantagem para o Boca Juniors, segundo colocado. Foram sete vitórias, um empate e duas derrotas em 2021, uma delas um 7 a 1 sofrido para o Boca. O Vélez conta com Centurión e Mancuello, velhos conhecidos do futebol brasileiro pelas passagens pelo São Paulo e pelo próprio Flamengo, respectivamente.

 

São Paulo está embalado por bom início de ano –Rubens Chiri/SPFC/.

Sporting Cristal x São Paulo
terça-feira, às 21h30, no estádio Nacional de Lima
Transmissão: Conmebol TV e SBT

De início elogiado no São Paulo, embalado por duas vitórias em clássicos e evolução consistente, o técnico Hernán Crespo terá, provavelmente, o maior teste até aqui. Em apenas seis dias, os brasileiros venceram quatro dos quatro compromissos em que foram testados. Agora, precisará tentar quebrar uma invencibilidade de 21 partidas, embalada pelo também elogiado trabalho de Roberto Mosquera, conhecido pela elegância com que se veste, mas, principalmente, pela recuperação desde que chegou ao clube. Mosquera é o mesmo que, quando comandando o Jorge Wisltermann, venceu o Palmeiras e eliminou o Atlético-MG, em 2017.

Atlético-MG tenta esquecer clássico –Bruno Cantini/Atlético

Deportivo La Guaira x Atlético-MG
quarta-feira, às 19h, no estádio Olímpico de Caracas
Transmissão: Conmebol TV

O adversário pouco tradicional, fundado apenas em 2008, pode causar problemas enormes ao Atlético-MG do técnico Cuca, bastante criticado e pressionado em sua nova passagem pelo clube mineiro. O time venceu pela primeira vez o campeonato venezuelano no último ano e, na atual temporada, pesa o fato de só ter realizado uma partida oficial, no último dia 11, quando empatou com o Aragua. Não há nenhum grande destaque individual, mas uma tropeço pode representar problemas para os mineiros em grupo com América de Cali e Cerro Porteño, dois tradicionais clubes.

Palmeiras quer fim de série negativa –Cesar Greco/S.E. Palmeiras

Universitario x Palmeiras
quarta-feira, às 21h, no estádio Monumental de Lima
Transmissão: Fox Sports

Pressionado por recentes manifestações e a pior sequência negativa desde que chegou ao clube – não vence há quatro jogos –, o técnico português Abel Ferreira precisará superar o Universitario, fora de casa, para esfriar a pressão. A equipe, atualmente, ocupa a sexta colocação de seu grupo na Liga Peruana, com uma vitória, um empate e uma derrota. O time não conta com os artilheiros do último ano, Alejandro Hohberg e Jonathan dos Santos, a principal aposta é o meia uruguaio Hernán Novick, camisa 10 da equipe, autor do gol da vitória no último jogo, contra a Universidad San Martin.

Fluminense terá o River na estreia –Mailson Santana/Fluminense F.C.

Fluminense x River Plate
quinta-feira, às 19h, no Maracanã
Transmissão: Facebook

O Fluminense do técnico Roger Machado tem o “pacotão” de reforços regularizado, o último deles foi o argentino naturalizado paraguaio Raul Bobadilla, contratado para fazer sombra à Fred. O teste de fogo já logo na estreia pode servir para alavancar a equipe, em reformulação com a chegada de vários reforços, ou ligar um sinal de alerta. O River de Marcelo Gallardo ainda conta com o atacante Santos Borré, desejado por Grêmios, São Paulo e Palmeiras, mas que permanece até o meio do ano. Apesar de ter perdido nomes importantes, o River permanece forte. É, atualmente, segundo colocado em sua chave, três pontos atrás do Colón na Copa da Liga Argentina. Vale mencionar que o grupo contra com 13 equipes. O time embalou após tropeços, venceu o Colón, atual líder, e goleou por 5 a 0 o Central Córdoba, na última sexta-feira.

Continua após a publicidade




Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code